© JUST IN CASE   |   Rua de Xabregas, 2 - sala 312, 1900-015 Lisboa     

Aquapura Douro recebe prémio de arquitectura paisagista 

A KAWNEER, especialista em sistemas arquitectónicos de alumínio, contribuiu para o sucesso da construção do Hotel Aquapura Douro, fruto da reabilitação de uma quinta de elevado interesse histórico e cultural, situada na Região do Douro Internacional, declarada Património da Humanidade pela UNESCO. O desafio foi criar um estabelecimento hoteleiro de luxo, com elevados padrões de qualidade, moderno e funcional, sem perder ‘a alma’ da antiga casa e sem perturbar a paisagem.

 

A KAWNEER respondeu a este desafio graças à sua experiência de mais de um século na produção do muro cortina e soluções integrais que contribuem para a beleza das construções enquanto respeitam o meio ambiente.

O projecto aumentou a superfície edificada – passou dos 4 mil metros quadrados para 22.500 do hotel actual – mas permaneceu perfeitamente camuflado na envolvente do arboredo e das vinhas graças à utilização de jardins verticais que cobrem parte do edifício e à transparência e ligeireza que proporcionam o muro cortina 1202, com fachadas abertas para a paisagem e a Cristalera 1203, ambos da Kawneer.

Além do mais, os serviços do hotel que não precisavam de luz natural, foram enterrados. “O resultado final permite que não se perceba as dimensões reais do edifício, até que se esteja dentro dele”, explica Luís Rebelo de Andrade, o arquitecto autor do projecto, que enquadra a sua obra dentro da denominada “arquitectura invisível”.  O arquitecto também destacou o trabalho desenvolvido para criar “um diálogo entre os jardins e o hotel, de forma a que se passe de um para o outro de uma forma tranquila e natural”. Um objectivo mais do que alcançado, uma vez que o projecto foi distinguido com o Prémio nacional de Arquitectura Paisagista pelos seus jardins verticais.

FULL PRESS RELEASE